Prevenção na Pré Exposição ao HIV

23 out

Até a revista Carta Capital entrou na discussão da Pré-exposição ao HIV (caso Truvada) sem debater riscos e benefícios mostrando o fascínio que o tema “prevenção” desperta: http://www.cartacapital.com.br/saude/a-prevencao-faz-sentido/

No artigo http://gustavogusso.blogspot.com.br/2012/10/o-caso-truvada-e-industria-farmaceutica.html eu falo um pouco dos conflitos de interesse em questão (os conflitos de interesse do estudo que o Brasil participou estão disponíveis em http://www.nejm.org/doi/suppl/10.1056/NEJMoa1011205/suppl_file/nejmoa1011205_disclosures.pdf), mas tão ou mais importante é a discussão de riscos e benefícios. Ou seja, quantas pessoas terão que tomar o medicamento para uma infecção ser evitada? Quantas pessoas sofrerão os efeitos colaterais para uma (outra) pessoa ser beneficiada? Estudos como estes têm o dever de discutir estes dados conhecidos como NNT (Numero Necessário para Tratar) e NNH (Numero Necessário para Causar Dano).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: